Kpop: o fenômeno sul-coreano que conquistou a juventude no mundo todo

Enquanto os Beatles causaram uma verdadeira mania nos anos 1960 e os Backstreet Boys fizeram o coração de muitos adolescentes bater mais rápido nos anos 1990, artistas de Kpop – como BTS, EXO e Blackpink – se tornaram os ídolos de adolescentes nos últimos dez anos.

Pertencentes ao chamado Kpop, o pop coreano, eles inspiram jovens em todo o mundo com suas músicas cativantes, performances impecáveis ​​e mensagens atraentes.

Esses grupos têm milhões de seguidores nas redes sociais e vídeos que costumam ter centenas de milhões de acessos, números somente comparáveis a artistas como Harry Styles, Ed Sheeran e Justin Bieber, que só cantam em inglês.

Um verdadeiro fenômeno, especialmente se levarmos em conta que, até o início dos anos 1990, a música na Coreia do Sul era fortemente censurada. As canções tinham que ser patrióticas ou substancialmente muito boas, de acordo com o governo.

Isso só mudou quando, em 1992, o trio Seo Taiji and Boys participou de um show de talentos na TV e se tornou incrivelmente popular.

A música “Come Back Home”, sobre adolescentes que fugiam de casa, foi a primeira a misturar pop moderno norte-americano com a cultura sul-coreana e abriu o caminho para os discos de Kpop de hoje.

Para você ficar por dentro desse fenômeno musical, criamos este guia sobre o Kpop. Para acompanhar, que tal escutar uma playlist com os hits atuais de Kpop enquanto você aprende mais sobre o estilo?

O que é Kpop?

Kpop significa Korean pop (pop coreano) e conta com influências da cultura ocidental, combinadas com passos de dança complexos e videoclipes extremamente sofisticados. Artistas de Kpop também são chamados de “ídolos”.

Quem são os artistas de Kpop?

No mundo dos discos de Kpop, os grupos são totalmente produzidas. Ou seja, elas passam por um intenso processo de treinamento e ensaios para que tenham um desempenho perfeito no momento de sua estreia.

As empresas de maior sucesso funcionam como gravadoras de álbuns de Kpop: a SM Entertainment é o cérebro por trás de grupos como H.O.T/S.E.S. e Girls’ Generation; a YG Entertainment está focada principalmente em grupos com influências de hip-hop; a JYP Entertainment é a casa de 2PM, Day6, Twice, Boy Story, Stray Kids, entre outros; a HYBE Corporation, por sua vez, possui a Big Hit Music, label do BTS.

Esses potenciais futuros ídolos passam por um treinamento rigoroso e até por adaptações de aparência e estilo para que possam atuar como um grupo homogêneo. Quem passa pelos testes iniciais deve fazer um estágio. Durante esse estágio, a pessoa treina todos os dias para aperfeiçoar suas habilidades.

Esses artistas assistem a aulas de canto, dança, atuação, línguas estrangeiras e construção de uma boa imagem. Todos moram em dormitórios, muitas vezes têm aulas de 20 horas por dia e precisam seguir regras rígidas, como respeitar toques de recolher.

Apenas quando os trainees se tornarem estrelas pop perfeitas, se tiverem sorte, serão selecionados para um novo grupo pop. Mas antes de uma estreia oficial, ainda há muito treinamento para aperfeiçoar cada detalhe. Existem uma série de exigências para se atingir um padrão de beleza nesse ramo, o que implica em grande pressão psicológica e emocional para esses jovens que almejam se tornar super estrelas. Portanto, é algo extremamente complicado e sensível.

Como funcionam grupos de Kpop?

Os próprias grupos são o que há de mais fascinante em todo o mundo do Kpop, é claro. Nos últimos anos, centenas de grupos estrearam e muitos deles se tornaram extremamente populares dentro e fora da Coreia do Sul.

Há grupos masculinos, femininos e mistos, geralmente com muitos integrantes, como os sete do BTS ou os 23 do NCT. Algumas empresas criam grandes formações, como o EXO, para que metade deles possa se apresentar na Coreia do Sul e a outra metade na China.

Kpop: estilo musical e videoclipes

O Kpop tem algo para todos os gostos. Embora tenha origem na música pop, o gênero traz cada vez mais influências de EDM, soul, rap, rock, R&B e até funk. Uma excelente maneira de ter uma ideia da variedade dentro do gênero é ouvir a playlist Kpop Essentials da Deezer, uma viagem no tempo por músicas dos anos 2000.

Embora a música seja obviamente importante, o Kpop também é incrivelmente visual. Os videoclipes trazem coreografias impressionantes e os produtores fazem de tudo para emplacar artistas mais populares nos sites de vídeos. 

Por exemplo, o clipe “I Got a Boy”, do Girls’ Generation, chegou a ganhar o prêmio de Melhor Vídeo de 2013 do YouTube, superando estrelas internacionais como Lady Gaga. O próprio BTS possui clipes com números estrondosos, como o do mega hit “Dynamite”, com quase 2 bilhões de views no YouTube.  

Kpop: artistas e cultura coreana

A cultura coreana preza muito pelo respeito e pela disciplina. Os ídolos do Kpop treinam de forma incessante para oferecer as melhores performances aos seus fãs. Apesar das agendas lotadas, eles também reservam um tempo para conhecer um pouco da cultura do lugar onde estão se apresentando. Com bastante frequência, on-line e durante entrevistas, eles demonstram gratidão ao seu fandom. Inclusive, alguns grupos criaram playlists na Deezer especialmente para seus fãs.

Passo a passo para se tornar um artista de Kpop

Se você quer se tornar um ídolo, é importante fazer um teste com uma empresa. Também é possível atingir o objetivo ao ganhar um survival show (assim como aconteceu com Jin, do BTS), mas, no geral, o contato com empresas do ramo é o caminho padrão. As maiores empresas de gestão da Coreia do Sul no momento são YG Entertainment, SM Entertainment, JYP Entertainment e BigHit Entertainment (HYBE), que sempre foi vista como um azarão até emplacar o BTS, o grupo mais popular de Kpop.

Após cerca de dois anos de trabalho duro nos bastidores, o grupo BTS estreou em 2013. Seu primeiro single que estourou na Coreia do Sul foi “Spring Day”, o passo inicial e fundamental para a construção de uma carreira que explodiria até atingir o patamar gigantesco dos dias atuais. Porém, para conquistar corações do resto do mundo, foram mais alguns anos. Somente depois que lançaram o álbum Wings, em 2016, eles emplacaram internacionalmente.

Kpop: formação dos grupos

Novamente, vejamos o exemplo do BTS: o grupo consiste em uma linha vocal (Jin, Jimin, V e Jungkook) e uma linha de rap (RM, Suga e J-Hope), além da linha de dança, da qual Jimin é o integrante principal. Assim, suas canções, como as de outros ídolos, consistem em vocais e rap, e a dança entra como um terceiro elemento nas performances ao vivo. 

Dentro do grupo, todos têm uma posição específica. Por exemplo, RM é o líder do grupo. E, tal como acontece com todas as outras boy bands e girl groups, você provavelmente terá um favorito.

Outro bom exemplo de formação de artistas de Kpop é o SEVENTEEN. Este grupo formado por 13 membros é dividido em três sub unidades (times) específicas: hip hop, vocal e performance. 

O efeito dessa expansão internacional pode ser sentido no país de origem. A indústria musical da Coreia do Sul ainda estava na 21ª posição no ranking mundial em 2010. Já em 2020, ela se tornou o sexto maior mercado musical do mundo, à frente de China, Canadá, Austrália e Países Baixos (o mercado brasileiro ocupa a 11ª posição).

Preciso saber coreano para curtir o Kpop?

As letras de Kpop variam bastante. Algumas misturam coreano com frases em inglês, enquanto outras são cantadas totalmente em inglês ou totalmente em coreano (por vezes, com versões alternativas em inglês). Alguns vídeos oficiais contam com legendas e fãs que falam coreano costumam cuidar da tradução das entrevistas dos ídolos para o português.

O fato de a maioria dos fãs não saber coreano parece ser um valor agregado, não uma barreira para os álbuns de Kpop. Isso porque os fãs do estilo costumam formar uma comunidade muito unida para saber mais sobre seus ídolos. Graças ao Kpop, muitos brasileiros passaram até a estudar a língua coreana! Quer mais? Isso sim é sucesso!

Descubra nossas ofertas

Últimas postagens: